São Miguel é um dos três Arcanjos designados pelo seu nome na Bíblia. É considerado um dos príncipes celestes e príncipe do povo de Israel. O nome Miguel, de origem hebraica, significa "Quem como Deus?"
São João, no Apocalipse (XII, 7-10), representa-o como chefe das milícias celestes contra Satanás. Assim, S. Miguel é geralmente caraterizado envergando uma armadura metálica, com asas nas costas, (como neste se pode verificar) e lutando contra Satanás, representado por um dragão ou por um ser demoníaco.
A crença atribui ao Arcanjo São Miguel três tarefas: pesar as almas para separar os puros dos amaldiçoados e condenados; conduzi-las ao Céu, protegendo-as do demónio; e, por último, tem como missão guardar as portas do Paraíso. Desta crença resulta outra representação comum deste Arcanjo – São Miguel com uma balança de dois pratos na mão destinada a pesar as almas.
Na Península Ibérica, o culto a São Miguel remonta ao século VII sendo ele o orago de muitos templos construídos geralmente em lugares elevados.
A devoção a São Miguel tinha um fortealtosignificado na vida religiosa da Idade Média, e são muitos os relatos de aparições deste Santonos campos de batalha em proteção dos exércitos cristãos. Cresceu a devoção com Joana d`Arc, dado queesta heroína terá inscrito o nome de São Miguel no seu estandarte, pois fora o santo quem lhe confiou a libertação de França.
Desde o início da fundação da nacionalidade que os monarcas portugueses se ligaram ao culto a São Miguel. D. Afonso Henriques, batizado, segundo a tradição na Igreja de São Miguel, foi muito devoto do arcanjo, tendo-lhe dedicado capela privativa no seu palácio em Coimbra e disseminado o seu culto por várias outras igrejas.
Contudo, o culto a S. Miguel não é apenas exclusivo do catolicismo, estendendo-se a outros ramos do cristianismo (ortodoxos, anglicanos etc.). Mesmo outras religiões que reconhecem a Bíblia (islamismo e judaísmo),de alguma forma o veneram.
Na religião católica o dia de S. Miguel comemora-se a 29 de Setembro, embora em alguns locais seja igualmente festejado a 8 de Maio, comemorando a aparição de S. Miguel no Monte Gargano, no Sul da Itália, onde se encontra um dos mais importantes locais de culto ao Arcanjo.