Descrição: Uma poncheira em porcelana chinesa da Companhia das Índias, decorada interna e externamente com três pinturas alusivas à Ordem da Jarreteira, além de outras decorações florais no rebordo interno e na superfície exterior.
Inscrição: “Honi soit qui mal y pense”

Esta poncheira, em porcelana da China do século XVIII, servia para fazer ou servir o ponche, uma bebida usual na época, que poderia ser servida quente ou fria, dependendo da temperatura da água que era adicionada ao rum. Levava ainda açúcares e sumo de laranja, limão ou lima.

A porcelana chinesa, devido ao seu toque macio e à sua qualidade, sempre satisfez o gosto dos clientes europeus mais abastados que a adquiriam, muitas vezes, para abrilhantar a mesa ou para decorar as suas casas. Era usual encomendarem as porcelanas e mandarem decorar com motivos europeus e não tipicamente chineses.

Esta poncheira faz alusão à Ordem da Jarreteira, também conhecida por Ordem da Liga (em inglês, Order of the Garter) e é a mais alta e das mais antigas ordens militares britânicas considerada como a mais prestigiosa do Reino Unido.

Foi criada por Eduardo III de Inglaterra por volta de 1348, tendo o seu nome original, que traduzia uma estreita "liga entre homens" ou um apertado "enlace entre homens", sido substituído por uma lenda acerca de uma simples liga para segurar as meias.

Diz a lenda que Eduardo III estaria a dançar com a Condessa de Salisbury numa grande festa da corte, quando esta deixou cair a sua jarreteira azul, que não era mais do que uma espécie de liga usada na época no vestuário nobre feminino. Ao apanhá-la do chão e amarrá-la de volta à sua perna, o rei reparou que os presentes os fitavam com sorrisos e murmúrios. Irado, exclamou em francês (língua usual da corte inglesa na época): «Honi soit qui mal y pense» ("Maldito seja quem pense mal disto"), frase que se tornou o lema da ordem. Disse ele ainda que tornaria aquela pequena jarreteira azul tão gloriosa que todos a haveriam de desejar.
Sendo esta história uma lenda, vale o que vale, mas o que é certo, é que a Ordem da Jarreteira foi, de facto, criada por Eduardo III, o seu símbolo é uma jarreteira azul escura, com rebordo dourado, em que aparecem inscritas, em francês, as palavras que o rei teria dito.

A Ordem da Jarreteira apadrinhou o movimento escutista, sendo por esse motivo que todos os Escuteiros usam um pedaço de tecido pendurado na parte exterior das meias da farda, presa pela liga, a chamada jarreteira.