No século X, após ter enviuvado do Conde Hermenegildo (ou Mendo) Gonçalves, a Condessa Mumadona Dias assumiu o governo do Condado Portucalense e tomou duas medidas de grande importância: fundou, na parte baixa de Guimarães, o Mosteiro de Santa Maria (por volta do ano de 950) e, na parte alta, um Castelo (entre os anos 950 e 957). A construção deste Castelo foi necessária para defender o Mosteiro recém edificado e as populações que, entretanto, se foram fixando junto a estas duas construções. A construção deste Castelo foi, igualmente, uma forma de afirmar o seu poder perante os demais senhores feudais. Um diploma que assinala a entrega do Castelo ao Mosteiro, em 4 de dezembro de 968, é a primeira referência conhecida a esta fortificação.

O Castelo de Guimarães está a sofrer uma intervenção de beneficiação, cuja primeira fase, a melhoria de acessibilidades ao adarve, já terminou. A segunda fase, que contempla um melhoramento estrutural da Torre de Menagem e a criação de uma nova exposição nessa mesma torre está ainda em curso, pelo que a Torre de Menagem encontra-se encerrada ao público

Ler mais...