Trata-se da sala privada de refeições, decorada com um tapete persa, mobiliário português do séc. XVII, um aquário e um prato de porcelana chinesa, gomis e outros elementos decorativos de estanho, cobre e faiança. A parede do fundo é revestida por uma tapeçaria que representa “Os Arúspices” e faz parte do conjunto de cinco tapeçarias flamengas do séc. XVII existentes no Paço, as quais evocam episódios da vida do cônsul romano Públio Décio Mus, segundo cartões de Rubens, assinadas por Jan Raes II.